NOTÍCIAS
08/01/2020
STF reconhece legitimidade de candidatura de Promotores ao cargo de PGJ do MPMG.

Nesta quarta-feira (18), o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), por unanimidade, julgou procedente o pedido formulado na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5704 pela declaração, sob o ângulo formal, a inconstitucionalidade do art. 123, § 1º, da Constituição do Estado de Minas Gerais, e, por arrastamento, do artigo 1º-I da Lei Complementar estadual nº 21/1991.

A ADI 5704 foi movida pelo procurador-geral da República a pedido da CONAMP e da Associação Mineira do Ministério Público (AMMP). As lideranças associativas participaram de diversas reuniões com o relator, ministro Marco Aurélio, a fim de fornecer informações e esclarecimentos acerca da importância da medida. A entidades comemoram a decisão que fortalece a democracia interna no âmbito do Ministério Público.

A ampliação do rol de capacitados a exercer a chefia da instituição é uma bandeira histórica de luta institucional e classista da CONAMP e afiliadas. Agora, apenas três estados possuem a restrição legislativa: Roraima, São Paulo e Sergipe.

Conamp
« Voltar
 
 
   
Desenvolvido pela:
Sua marca de sucesso na Internet.
Associação do Ministério Público do Amapá - AMPAP
Av. Padre Júlio Mª Lombaerd, 1570 - 68900-030
Macapá/AP - Fone/Fax: (96) 3223-7075 / Sede Campestre: (96) 3241-1200
Sistema Antistress